"Botei na peneira. Você não passou". (Boa Noite Brasil 247 de 25/01/2022).

* lembro que fui convidado para esse papo, e fui para explicar de maneira simples o porque do ex-guru dos tontos não ser filósofo. Não foi fácil tentar evitar fazer psicanálise selvagem online (tenho pavor disso) e foi muito agradável encontrar/conversar com Dhayane e Gisele.

LETRA

"Eu vou lhe dar a decis√£o
Botei na balança
E você não pesou
Botei na peneira
E você não passou

Mora na filosofia
Pra quê rimar amor e dor
Mora na filosofia
Pra quê rimar amor e dor

Se seu corpo ficasse marcado
Por l√°bios ou m√£os carinhosas
Eu saberia, ora vai mulher
A quantos você pertencia
N√£o vou me preocupar em ver
Seu caso não é de ver pra crer
T√° na cara"

https://www.pragmatismopolitico.com.br/2022/05/um-amor-em-tempos-de-colera.html

Um amor em tempos de cólera

"Emp√©docles ensinou que dois princ√≠pios dirigem os eventos na vida, no universo e na psiqu√™. Disse que esses princ√≠pios est√£o perenemente em guerra um com o outro. Ele chamou esses princ√≠pios de ŌÜőĻőĽőĮőĪ (Amor) e őĹőĶŠŅĖőļőŅŌā (Disc√≥rdia)."

[Sigmund Freud]

REFER√äNCIAS BIBLIOGR√ĀFICAS

BOLLACK, Jean. Empédocle I: introduction à l’ancienne physique. Paris: Gallimard, 1965.
BORNHEIM, G. Os Filósofos Pré-Socráticos. São Paulo: Cultrix. 2010.
FREUD, S. An√°lise Termin√°vel e Intermin√°vel. Rio de Janeiro. ESB: Ed. Imago. [1937]1972.
_________ Além do Princípio do Prazer. Escritos sobre a Psicologia do Inconsciente. Rio de Janeiro. Ed. Imago. 2008 [1920].

Fio do Tempo Sejam felizes \o/

Manuel Barbosa de Carvalho 🇧🇷 Excelente...



Revolu√ß√Ķes Coloridas (reflex√Ķes)

Este √© um video corte, introdut√≥rio, com algumas reflex√Ķes sobre esta etapa inicial e fundamental (revolu√ß√£o colorida) de uma abordagem para tomada de poder, indireta, sob a forma de guerra h√≠brida.. O v√≠deo √© tamb√©m um convite para que se conhe√ßa o trabalho constante de pesquisa/estudo sobre este e outros temas afins, aqui no Portal Fio do Tempo.
O vídeo está diretamente relacionado aos seguintes vídeos recentemente publicados aqui:

1- Hibridismo - a concepção das guerras híbridas (vídeo 1, que é parte de uma aula dada no Programa de Pós - Graduação em Filosofia da UFRJ, no curso "Repensando o Hibridismo", em nível de Mestrado e Doutorado ).

2- Arquitetura do Caos 3 - golpes suaves e sabotagem econ√īmica

* compartilhe e se inscreva no Portal Fio do Tempo.
Coragem, sa√ļde \o/



Guerras híbridas e a arquitetura do caos 1 - TV 247 BRASIL

A s√©rie "A arquitetura do caos 1" √© composta por dez epis√≥dios produzidos em sequ√™ncia. Esses epis√≥dios se encontram aqui agrupados em um v√≠deo, respeitando-se a ordem na qual eles foram gravados. Na primavera de 2012, eu e alguns colegas pesquisadores em filosofia tomamos conhecimento da possibilidade de um golpe de estado estar se aproximando do Brasil, em moldes parecidos com o que ocorrera pouco tempo antes no Paraguai. No ano seguinte, √† convuls√£o psicossocial de Junho de 2013 seguiu-se uma s√©rie de eventos e manobras que culminaram na deposi√ß√£o do governo da presidenta eleita em 2014, Dilma Rousseff. Nesse mesmo ano de 2014, escutei pela primeira vez a express√£o ‚Äúguerra h√≠brida‚ÄĚ, atrav√©s do agoniado desabafo de um desconhecido em uma plataforma de rede social. Ainda demoraria um certo tempo para eu conseguir entender que o Brasil se tornara alvo dessa nova esp√©cie de abordagem, de tomada de poder. Essa s√©rie foi pensada tendo como objetivo incluir o m√°ximo de pessoas no solo f√©rtil da reflex√£o, sem a pretens√£o de dar respostas definitivas sobre um fen√īmeno complexo que est√° em vig√™ncia e que √© a pura express√£o das rela√ß√Ķes de poder e domina√ß√£o do s√©culo XXI. Talvez isso possa nos ajudar a n√£o temer as boas perguntas e as a√ß√Ķes, para, quem sabe assim, retomar o caminho. A arquitetura do caos √© apenas uma reflex√£o que puxa um dos fios geneal√≥gicos das guerras h√≠bridas, pensando como que ao longo do tempo a instrumentaliza√ß√£o estrat√©gica das linguagens p√īde fazer com que essas se tornassem eficazes armas de guerra nessa era digital, na qual os dados e informa√ß√Ķes s√£o tratados como petr√≥leo e a internet como a superf√≠cie de uma corrida armamentista.

* compartilhe, se inscreva no Portal Fio do Tempo.
Coragem, sa√ļde \o/

NMAF ‚ė≠ V√≠deo da campanha golpista "Vem pra rua". Este √© um clipe de marketing da FIAT, empresa fascista que apoiou Benito Mussolini.

youtube.com/watch?v=KrbTbgLJhwA



2014 (e a Revolução Colorhíbrida)

V√≠deo corte do Programa Xadrez da Bola de 14/05/2022 abordando a Copa de 2014, no rastro das manifesta√ß√Ķes de Junho de 2013 (o Brasil, Pa√≠s do golpe, como alvo de uma guerra h√≠brida).

* se inscreva no Portal Fio do Tempo (YouTube)

NMAF ‚ė≠ Foi muito bom o companheiro Massafferri ter lembrado a quest√£o do furto de dados da Petrobr√°s, relativos ao pr√©-sal. Eu n√£o engulo aquela hist√≥ria que a grande m√≠dia vendeu √† popula√ß√£o, sobre tal furto.

NMAF ‚ė≠ Artigo para ser lido cuidadosamente:

"O golpe e o pré-sal: origem, desenvolvimento e consolidação da crise"
‚ÄĒ William Nozaki, 18.mar.2018

https://www.redebrasilatual.com.br/revistas/2018/03/o-golpe-e-o-pre-sal-origem-desenvolvimento-e-consolidacao-da-crise-brasileira/

Fio do Tempo @nnmaf , espia qual empresa cuidava dos equipamentos: https://web.adpf.org.br/noticia/adpf/caso-petrobras-outros-furtos-na-halliburton/

Fio do Tempo @LeonardoStoppa @Lula13 @AndersonSilva @dilmaresiste @Veitl @vfchaquine @kotter @RitaValente @MenestrelMoacirReis @DinhoRamos888 @odairreis @JEANNE @Pizzolato @joaluisboaventura @Lita2022 @ManuelBarbosaDeCarvalho

NMAF ‚ė≠ 1. Sim, a Halliburton tem involvimento em v√°rios crimes e ilegalidades no Iraque, onde lucrou quase US$40bi na guerra causada pelos EUA. Dick Cheney era ent√£o alto executivo da empresa. Empresas privadas dos EUA foram ao Iraque lucrar com a reconstru√ß√£o do pa√≠s, destru√≠do ap√≥s o governo estadunidense levar democracia aos iraquianos.

2. Um trecho que chama a aten√ß√£o na mat√©ria da ADPF que voc√™ citou √©: "[...] a pol√≠cia j√° descobriu que os ladr√Ķes violaram os lacres do material transportado das plataformas usando uma t√©cnica que dificultava identificar a viola√ß√£o, mesmo quando estes lacres eram manuseados. [...]". Crime comum? Duvido.

3. Está provada a existência de espionagem dos EUA no governo brasileiro durante gestão de Dilma Rousseff e de seu ministro das Minas e Energia Edson Lobão. Cf. livro "Sem Lugar Para Se Esconder", de G. Greenwald.

Neste v√≠deo s√£o apresentadas reflex√Ķes sobre a concep√ß√£o de "n√£o viol√™ncia" enquanto conjunto de estrat√©gias aplicadas para provocar trocas de regimes pol√≠ticos (derrubadas de governos). Aqui, essa perspectiva da "n√£o viol√™ncia" √© analisada segundo a elabora√ß√£o do cientista pol√≠tico Gene Sharp, tal como ele exp√Ķe em seu livro "Da Tirania √† Democracia". O v√≠deo cont√©m trechos do document√°rio "How to start a revolution" (Como iniciar uma revolu√ß√£o), com depoimentos de ativistas influenciados pelas ideias de Sharp. * se inscreva no Portal Fio do Tempo [YouTube]: https://www.youtube.com/watch?v=wJ0OtKaWBqI

Fio do Tempo l

Conheça e se inscreva no canal Portal Fio do Tempo (YouTube): https://www.youtube.com/c/PortalFiodoTempo/videos * criador: Lucio Massafferri Salles (filósofo, psicólogo e jornalista/colunista do Jornal Pragmatismo Político).

Fio do Tempo https://www.youtube.com/c/PortalFiodoTempo/videos

Fio do Tempo @MenestrelMoacirReis @DinhoRamos888 @ManuelBarbosaDeCarvalho @Ediba @vfchaquine @AndersonSilva @LeonardoStoppa @Veitl @AndreaUchoa @jeanneoliveira @gabrielribeiro82